Saiba os cuidados essenciais para se ter com um elevador

A utilização de elevadores em um prédio exige cautela por parte dos moradores e gestores, afinal, a manutenção precisa ser atualizada para evitar acidentes. Além disso, os residentes devem seguir as regras do elevador, como ele não funciona, será atualizado com manutenção do elevador se não for utilizado corretamente.

1 – Cuidados com o peso máximo

Tanto o limite de pessoas no elevador quando o de carga precisa ser respeitado. O excesso ocasiona risco à segurança dos passageiros, bem como reduz o desempenho do elevador, aumentando os gastos em manutenção. Todos os elevadores precisam, obrigatoriamente, ter uma placa indicando o limite de peso e passageiros.

Segundo a lei que rege a fabricação e manutenção de elevadores em nosso país, (NM 207 para elevadores com casa de máquinas e NBR 16042 para elevadores sem casa de máquinas) cada passageiro equivale a 75 kg. Isso significa que um equipamento que transporta até 8 passageiros possui capacidade de carga de 600 kg.

2 – Limpeza: nada de água em excesso

Todo o cuidado é pouco na hora de limpar o elevador. Por isso, o síndico ou a empresa responsável pela limpeza precisa orientar os colaboradores a não usarem água na limpeza, afinal, o elevador possui muitos componentes elétricos e eletrônicos que podem deixar de funcionar com o contato com a água. Um pano úmido já resolve o problema. Além disso, é necessário tomar cuidado para que a água da chuva não escorra no poço do elevador pela garagem ou portaria.

Desse modo, a checagem periódica da casa de máquinas para evitar infiltrações garante o pleno funcionamento dos elevadores. Caso ocorra um incidente é preciso chamar a assistência técnica do equipamento, bem como desligar a chave geral.

3 – Não forçar a porta do elevador

Esse é um dos maiores problemas na manutenção dos elevadores. As pessoas, por vezes forçam a abertura da porta. Elas são automáticas e há um sensor que indica que o elevador está no andar. Assim, a porta se abre. Caso a porta não esteja exatamente alinhada com o andar, a porta não se abre, mesmo se a pessoa forçar.

4 – Evitar brincadeiras

O elevador é um meio de transporte e é preciso evitar brincadeiras, principalmente para crianças. Pular, correr, bater nas paredes, apertar os botões várias vezes, tudo isso prejudica o funcionamento do equipamento e pode ocasionar acidentes.

5 – Cuidado com os pets

Carregue o seu pet no colo para garantir a boa convivência com os outros condôminos e também para proteger o seu pet, evitando que fique preso na porta ou que algum outro problema ocorra.

Os condomínios possuem regras específicas para levar o seu pet, normalmente pelo elevador de serviço.